O que é Collaborative Learning e como implementá-lo na sala de aula bilíngue

Primeiro, é importante esclarecer o que Collaborative Learning não é. Esse método de ensino não indica que os alunos simplesmente trabalham em duplas ou em grupos; nem significa que aqueles que finalizam uma atividade devem ajudar os colegas que ainda não terminaram; e muito menos diz respeito a um trabalho em grupo em que um ou dois alunos fazem a maior parte do projeto e os outros apenas incluem seus nomes.

O que é Collaborative Learning?

Collaborative Learning difere do ambiente escolar tradicional principalmente por se tratar de um método que prioriza o trabalho coletivo em um ambiente de cooperação, ao mesmo tempo em que enfatiza a responsabilidade individual. O ensino, neste caso, não é centrado no professor, mas sim nos interesses e necessidades dos alunos. Em Collaborative Learning, os alunos são separados em grupos pequenos (3 a 4 alunos) e o objetivo da atividade ou projeto desenvolvido pelo grupo deve ser compartilhado por todos os membros, ou seja, todos os alunos devem alcançar os mesmos resultados e responsabilizar-se igualmente pela performance da equipe. Os alunos devem ser encorajados a explorar e discutir aspectos da tarefa por meio de debates pertinentes e enriquecedores. Deve haver um clima de trabalho em equipe, em que todos os membros se ajudam mutuamente através de interações positivas. Outras características fundamentais no Collaborative Learning incluem: comprometimento individual com o resultado final a ser alcançado; desenvolvimento de habilidades interpessoais como negociação, implementação e gerenciamento de estratégias e solução de problemas, reflexões individuais e em grupo e auto-avaliação.

Os benefícios do Collaborative Learning na sala de aula bilíngue

Há várias vantagens em se usar o Collaborative Learning na sala de aula bilíngue. O primeiro é que o trabalho em pequenos grupos promove o uso do segundo idioma em situações significativas de maneira segura. Para alcançarem um objetivo final em comum, os alunos são estimulados a usar a segunda língua, aprimoramento seu conhecimento, pois é através dela que eles precisam explicar-se, expandir suas ideias, elaborar seus pensamentos, prover e solicitar feedback dos outros membros, e clarificar suas opiniões. Ambientes onde o trabalho acontece de forma colaborativa resultam em aumento da produtividade individual e coletiva, melhoram a atitude entre os alunos, e promovem cooperação e compartilhamento de ideias e soluções. Assim, os alunos podem aprender com os recursos acadêmicos dos outro membros do grupo enquanto exploram o conteúdo sendo dado e desenvolvem o idioma. O clima é de coletividade e parceria, e não de competitividade. Além disso, o Collaborative Learning, oferece ao professor uma inesgotável fonte de avaliação contínua e holística dos alunos. Tudo isso, em inglês, claro!

Como implementar o Collaborative Learning?

Antes de implementar qualquer novo método na sua sala de aula, é preciso que você crie um ambiente seguro para os alunos e que lhes explique que mudanças serão feitas, como serão feitas, e porque serão feitas. Para incorporar uma abordagem colaborativa em sua sala de aula, é preciso que os alunos sintam-se pertencentes àquele ambiente e responsáveis uns pelos resultados dos outros. É preciso conversar sobre o que é e sobre o que não é esperado, como eles devem se comportar e que tipo de atitudes você deseja que eles tenham. Assim, o sentimento de confiaça e segurança é garantido para todos. O professor também deve estimular o compartilhamento de ideias, hipóteses, experiências e soluções, bem como oferecer instrução e suporte individualizados para os alunos que apresentarem necessidade. As atividades e os projetos devem levar em consideração as características do método Collaborative Learning, a idade dos alunos, o interesse e a necessidade deles e os objetivos acadêmicos a serem alcançados. Ao agrupar os alunos, planeje o arranjo físico da sala (como as mesas serão dispostas, quantos alunos por grupo etc.), defina os papéis específicos a serem desempenhados (por exemplo: time keeper, material manager, reader, scriber, encourager, leader etc.), e considere suas características individuais. O seu planejamento deve conter objetivos claros para cada atividade ou projeto desenvolvido, o tema abordado, o tempo requerido e os materiais necessários. Se tiver a oportunidade, compartilhe suas experiência e troque ideias com colegas de profissão e ajude a estabelecer um ambiente colaborativo em toda a escola!

Boa sorte! Se você gostou desse post, compartilhe-o em suas redes sociais ou deixe um comentário abaixo!

By |2018-11-23T13:15:46+00:00abril 1st, 2016|Dicas Práticas, Fundamentos, Orientações|0 Comentários

About the Author:

Deixar Um Comentário

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.