A tecnologia como aliada no ensino bilíngue

A utilização de aplicativos facilita e diversifica o aprendizado também em sala de aula. Eles podem ser usados em casa para reforçar o que foi trabalhado na escola. São também um modo de manter os pais atualizados ao conteúdo que os filhos estão aprendendo e, muitas vezes (referindo-se ao aprendizado da língua inglesa), acabam sendo uma verdadeira aula aos que desejam adquirir conhecimentos com os filhos. Uma bela oportunidade de interagir e, por que não, se divertir com a família.

Muitas escolas bilíngues investem em tecnologia com a aquisição de itens como telas interativas, tablets, laboratórios de informática ou laptops que podem ser utilizados na própria sala de aula (falamos disso neste post). Ter um computador com áudio na sala já ajuda e traz novos ares ao ambiente, muitas vezes pesado, de “carteira atrás de carteira”, alunos enfileirados com o material didático em mãos, sem interação alguma uns com os outros. A tecnologia veio para facilitar o aprendizado e trazer leveza a conteúdos densos, ou considerados “chatos” pelos alunos, como gramática, por exemplo.

Experiência pessoal: minhas dicas para incluir a tecnologia na sala de aula bilíngue

Minha experiência pessoal de sucesso incluiu a utilização, mesmo que improvisada, de meus próprios gadgets. Como sempre fui curiosa e entusiasta da área, ainda mais por ter um marido que entende tudo sobre o assunto, fui atrás de cabos e formas de conectar meus próprios aparelhos aos computadores ou televisões da escola para que os alunos pudessem acompanhar as músicas e os aplicativos que eu levava como complemento ao conteúdo estabelecido no currículo. Aulas de gramática tinham música com a utilização dos Grammar Jammers e Schoolhouse Rock, aulas de ciências tinham flashcards eletrônicos, como os do Language Central e documentários como The Human Planet, além de peças teatrais sobre áreas como a matemática (sim, é possível! Um exemplo é a história How Big is a Foot?) que eu preparava, mesmo que de forma improvisada, com meus alunos, gravava com minha filmadora e depois mostrava a todos para que pudessem, ao mesmo tempo, aprender de forma prática e divertida o conteúdo específico de matemática que eu queria ensinar (medidas, nesse caso), e avaliar seu desempenho em língua inglesa. Também tive a experiência de criar um blog fechado (por questões de segurança, é claro) da minha turma, onde compartilhava – com os pais e alunos – fotos, atividades e até lições de casa das crianças. Um belo registro do nosso ano letivo!

Estes foram apenas alguns exemplos dos meus trabalhos com tecnologia em sala de aula e que tiveram resultados extremamente positivos, tanto com os alunos quanto com suas famílias.

Espero que você tenha sido inspirado a incluir a tecnologia em suas aulas, variando assim o acesso ao conteúdo e despertando interesse de toda a comunidade escolar em seu trabalho.

By |2018-11-23T13:15:46+00:00abril 19th, 2016|Dicas Práticas, Família Bilíngue|0 Comentários

About the Author:

Deixar Um Comentário

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.