Como o ensino bilíngue prepara para a vida no exterior

Conhecer uma segunda língua é ferramenta de extrema importância num mundo globalizado. Quando falamos em ensino bilíngue, geralmente surgem assuntos focados somente na língua, por si só: gramática ou expressões idiomáticas, prática da leitura, escrita e a própria fluência na conversação. Porém, uma língua carrega muito mais do que isso. Existem aspectos culturais e conhecimentos específicos que cada país possui na língua falada por seu povo, por isso é preciso destacar a importância de trabalhar tais conteúdos quando falamos em educação bilíngue.

Quando a criança aprende que as pessoas em outros países não apenas falam uma língua diferente, mas celebram outras datas especiais, possuem hábitos, gastronomia, moeda, medidas e outros valores diferentes dos seus, ela também aprende a respeitar e a valorizar a diversidade. Essa é uma das belezas e das qualidades do bilinguismo. Há todo um mundo novo de possibilidades.

As escolas bilíngues têm o dever de trabalhar temas específicos, correspondentes ao currículo internacional ensinado. Por isso, é fundamental que os pais fiquem atentos ao que é ensinado em sala de aula. Se a escola segue um currículo americano, deverá abordar datas comemorativas (não só as mais conhecidas, como Thanksgiving ou St. Patrick’s Day, mas também President’s Day, Black History Month, Earth Day, entre outros), também costumes, moeda, medidas e pesos (inches, pounds, miles etc.), até mesmo as estações do ano e mudanças do clima, por exemplo.

Esse tipo de informação e aprendizado facilita a adaptação de quem mais tarde deseja morar em outro país, e até mesmo em viagens de férias com a família. Quem nunca teve problema em contar as moedas que recebe de troco no exterior e acabou levando uma sacola cheia delas de volta ao Brasil? E que tal converter graus Fahrenheit para Celsius, quilogramas para pounds, quilômetros para miles? As escolas bilíngues ensinam esses valores logo no começo do ensino fundamental (elementary school). Por isso vale a pena ficar sempre alerta ao conteúdo programático da série em que seu filho se encontra e questionar a escola caso pontos tão importantes da cultura e vida no exterior não estejam no planejamento do professor.

Os pais que desejam criar seus filhos bilíngues precisam levar em consideração as diferenças culturais, e apresentá-las aos filhos de forma curiosa e interessante. Mesmo quem já mora no exterior e tem filhos nascidos fora do Brasil deve fazer o mesmo caminho, mostrando tanto datas especiais de nossa cultura quanto questões da realidade brasileira: moeda, medidas, e outros pontos acima citados. Costumo sempre destacar que a jornada do bilinguismo em casa é uma descoberta para a família toda, e quando todos embarcam juntos fica muito mais fascinante e divertido. É fácil encontrar formas de ensinar às crianças todas essas questões por meio da tecnologia: Internet, TV a cabo e aplicativos. Aproveite viagens também, não só para falar a língua local, mas para mostrar algumas singularidades do país visitado.

By |2018-11-23T13:15:46+00:00maio 2nd, 2016|Família Bilíngue, Orientações|0 Comentários

About the Author:

Deixar Um Comentário

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.