Glossário Sproutly

/Glossário Sproutly
Glossário Sproutly2016-02-06T16:59:26+00:00
  • Acculturated Bilingualism

    Bilinguismo AculturalOcorre quando o indivíduo abre mão da sua identidade relacionada à primeira língua e adota os valores culturais da segunda língua.
  • Acculturation

    Aculturação (Acculturation) é o processo de adaptação cultural vivenciado por uma pessoa.
  • Accuracy

    Precisão - Habilidade de produzir sentenças gramaticalmente corretas e compreensíveis.
  • Acomodação

    Processo no qual o aprendiz organiza a nova informação junto a sistemas cognitivos anteriores (schemata), ou no qual ele constrói novos, para acomodar a informação nova recebida.
  • Active Vocabulary

    Vocabulário Ativo (Active Vocabulary) refere-se a palavras que o indivíduo é capaz de usar com eficiência enquanto se comunica. É o oposto de vocabulário passivo.
  • Additive Bilingualism

    Bilinguismo AditivoOcorre quando a aprendizagem da segunda língua não interfere na aquisição e desenvolvimento da primeira. É o oposto de bilinguismo subtrativo.
  • Adult Bilingualism

    Bilinguismo AdultoÉ o bilinguismo que se desenvolve durante a fase adulta, ou seja, o segundo idioma é introduzido depois dos 18 anos.
  • Advanced Fluency

    Fase da aquisição de uma língua durante a qual o aprendiz apresenta domínio da língua e é capaz de comunicar-se eficientemente em diversos ambientes. Mesmo que pequenos erros sejam cometidos, ou que haja algum grau de sotaque na fala, a língua é usada de forma adequada e precisa. O aprendiz sente-se confortável com o idioma.
  • Affective Feedback

    Feedback Afetivo - Maneira de demonstrar interesse pelo processo vivenciado pelo bilíngue. Divide-se em Positive Affective Feedback, que são atitudes positivas que ajudam e estimulam o aprendiz em sua jornada dentro do bilinguismo, e Negative Affective Feedback, que são atitudes negativas, que desencorajam e atrapalham o processo de aprendizagem de línguas.
  • Affective Filter

    Filtro Afetivo - É uma espécie de barreira afetiva presente em todos os aprendizes de um idioma. Quando o indivíduo está estressado, com sua auto-estima e motivação baixas, é como se um filtro o bloqueasse e atrapalhasse o processo de aprendizagem e desenvolvimento da língua.
  • Assimilation

    Assimilação - Processo em que o indivíduo substitui sua língua e cultura originais pela segunda língua e cultura vinculadas a ela. Um exemplo são imigrantes, que mudam de país para recomeçar a vida, e acabam assimilando a nova língua e cultura em detrimento das suas próprias origens.
  • Audiolingual Method

    Método para o  ensino de línguas usado nos anos 50 e 60. Baseado em repetição, imitação e memorização de diálogos prontos e padronizados, o método deixou de ser empregado em larga escala. Não há reflexões sobre a gramática, e o ensino de vocabulário é limitado e controlado. Há escolas que ainda utilizam essa técnica, mas os especialistas desencorajam seu uso.
  • Balanced Bilingualism

    Bilinguismo Equilibrado Acontece quando o indivíduo é exposto aos dois idiomas desde o seu nascimento com a mesma intensidade e frequência. O resultado é domínio e competência igual em ambos os idiomas.
  • Basic Interpersonal Communication Skills (BICS)

    Habilidades para a comunicação interpessoal básica do dia a dia. Essas habilidades geralmente são influenciadas pelo contexto (contextual support).
  • Beginning Fluency

    Fase da aquisição de uma língua em que o indivíduo começa a ganhar fluência, especialmente em contextos sociais e menos erros ocorrem. O foco está na expansão do vocabulário.
  • Behaviorismo

    Teoria da educação que compreende o processo de aprendizagem como formação de hábito. No caso da aprendizagem de línguas, o behaviorismo nada mais é do que o indivíduo repetir o que ele ouve, receber feedback positivo, e a linguagem então se desenvolve a partir do hábito. Essa visão é bastante criticada pelos especialistas, que acreditam que o aprendizado e desenvolvimento de uma língua vão além do hábito de repetir.
  • Bicultural Bilingualism

    Bilinguismo BiculturalEsse tipo de bilinguismo ocorre quando o indivíduo bilíngue possui uma identidade bicultural, ou seja, uma identidade vinculada a cada uma das duas línguas. O sujeito se reconhece pertencente às duas culturas.
  • Bilingual

    Bilíngue, ou Bilingual em inglês, é o indivíduo capaz de comunicar-se em duas línguas.
  • Bilingual Education

    Educação Bilíngue (Bilingual Education) consiste na educação ou instrução proporcionadas em duas línguas. Pode acontecer em ambiente formal, como escola ou sala de aula, ou informal, como a residência ou uma comunidade.
  • Bilingual First Language Acquisition

    Também chamado de Bilingual Development, este termo define o desenvolvimento de dois idiomas desde o nascimento da criança.
  • Bilingual Immersion

    Imersão Bilingue Instituição que oferece parte ou todo o conteúdo na segunda língua.
  • Bilingual Immersion

    Imersão Bilíngue (Bilingual Immersion) é a imersão em um contexto (normalmente escolar) em que a única língua usada é a segunda língua.
  • Bilingual Integration of Languages and Disciplines (BILD)

    Integração bilíngue de línguas e disciplinas.
  • Bilingualism

    Bilinguismo - Competência para comunicar-se em duas línguas.
  • Bilinguismo Adolescente

    É o bilinguismo que se desenvolve durante a fase da adolescência, ou seja, o segundo idioma é introduzido em algum momento entre os 13 e os 18 anos de idade.
  • Bilinguismo Endógeno

    É o bilinguismo encontrado em uma sociedade que possui duas línguas nativas, sendo que ambas ou apenas uma delas podem ser usadas como principal. As duas línguas podem ter, ou não, caráter institucional.
  • Bilinguismo Exógeno

    Duas línguas são consideradas oficiais em determinada comunidade, mas uma delas pode não fazer parte da comunidade e não ter caráter institucional.
  • Bilinguismo Simultâneo

    A criança é exposta a duas línguas desde o seu nascimento, desenvolvendo igual domínio e tornando-se competente em ambas.
  • Bilinguismo Subordinado

    A segunda língua é processada pelo cérebro a partir do que já está arquivado sobre o primeiro idioma. A língua materna serve como base para a aprendizagem e desenvolvimento da segunda.
  • Biliteracy

    Biletramento - Habilidade de ler e escrever em duas línguas.
  • Bimodal Bilingualism

    Bilinguismo BimodalOcorre quando um indivíduo domina tanto uma língua falada quanto uma língua de sinais (por exemplo, Língua Brasileira de Sinais, ou, LIBRAS).
  • Borrowing

    Processo em que uma palavra ou expressão na segunda língua é incorporada no vocabulário da primeira. Por exemplo, as palavras feedback e outdoor foram emprestadas do inglês e incorporadas no vocabulário brasileiro.
  • Bridging

    Transferência de conhecimento e recursos de um idioma para o outro.
  • Code Switching

    Ocorre quando o indivíduo bilíngue insere palavras e expressões da segunda língua enquanto usa a primeira para se comunicar, e vice-versa (usa palavras e expressões da primeira enquanto se comunica com a segunda). O bilíngue consegue alternar entre as duas línguas com naturalidade e domínio das duas línguas.
  • Cognitive and Academic Language Proficiency (CALP)

    Habilidades linguísticas cognitivas e acadêmicas. Esse tipo de linguagem é necessário para que o indivíduo acompanhe aulas e conteúdo acadêmico na segunda língua. Nesse caso, há pouco, ou nenhum suporte do contexto (contextual support), e a linguagem geralmente é acadêmica e abstrata, diferente da usada no dia a dia.
  • Common Core Standards

    Conjunto de expectativas pedagógicas que o aluno deve alcançar ao final de cada ano escolar. Clique para acessar o site
  • Communicative Approach

    Metodologia para o  ensino de línguas que valoriza a interação e a comunicação através do uso da língua sendo aprendida.
  • Communicative Competence

    Competência comunicativa (Communicative Competence) é a proficiência no uso da língua em conversas informais. Ou seja, conhecimento da gramática e vocabulário, bem como conhecimento dos contextos sociais e culturais apropriados para o uso da língua.
  • Compound Bilingualism

    Bilinguismo Composto Também chamado de Bilinguismo Interdependente, ocorre quando a exposição e o uso de duas línguas acontecem de forma balanceada, na mesma intensidade. Nesse caso, os dois idiomas são usados nos mesmos ambientes e contextos.
  • Comprehensible Input

    O indivíduo recebe comprehensible input quando a instrução e exposição da língua acontece em graus que ele consiga compreender. O input oferecido ao aprendiz deve ser um pouco acima do seu nível de proficiência - o suficiente para não ser repetitivo e desmotivante (repetindo o que o aluno já sabe), nem impossível de ser compreendido. Comprehensible input é o input compreensível e ao mesmo motivante e desafiador. O aluno consegue se desenvolver e manter seu progresso no processo de aprendizagem da língua.
  • Consecutive Bilingualism

    Bilinguismo ConsecutivoTambém chamado de bilinguismo sucessivo, ocorre quando o indivíduo é exposto ao segundo idioma depois de ter adquirido completamente o primeiro.
  • Contact Language

    Língua de Contato Idioma usado entre pessoas dentro de uma comunidade para se comunicarem.
  • Content and Language Integrated Learning (CLIL)

    Refere-se ao ensino de conteúdo acadêmico (Ciências, Matemática, História, Geografia etc.) dado em uma língua estrangeira ou segunda língua. O objetivo é desenvolver as habilidades linguísticas e, ao mesmo tempo, promover a aprendizagem de conteúdo acadêmico.
  • Content-based Instruction (CBI)

    Instrução de conteúdo acadêmico baseada em áreas do conhecimento (Ciências, Matemática, História, Geografia etc.).
  • Content-based Language Instruction (CBLI)

    Instrução de língua baseada em conteúdo acadêmico (Ciências, Matemática, História, Geografia etc.).
  • Content-based Language Teaching (CBLT)

    Ensino de língua através do ensino de conteúdo acadêmico (Ciências, Matemática, História, Geografia etc.).
  • Coordinate Bilingualism

    Bilinguismo Coordenado Também chamado de bilinguismo independente, ocorre quando a pessoa aprende duas línguas em ambientes separados. Cada língua é usada em um contexto diferente.
  • Critical Period

    Período que os especialistas consideram ser o ideal para a aquisição de uma segunda língua. Segundo os linguistas, até a puberdade a criança adquire a língua, ou seja, há grande chance de ela se tornar completamente bilíngue na segunda língua, juntamente com a primeira. Depois dos 12 anos, as chances de isso acontecer diminuem significativamente. Antes da puberdade, uma língua é adquirida (ver Aquisição de uma Língua), enquanto depois, ela é aprendida (ver Aprendizagem de uma Língua).
  • Deculturated Bilingualism

    Bilinguismo Descultural Ocorre quando o indivíduo bilíngue renuncia à cultura relativa à primeira língua e tenta adotar os valores vinculados à segunda língua, mas falha, não obtendo sucesso no processo. Nesse caso, a pessoa não se identifica a cultura alguma.
  • Diagonal Bilingualism

    Bilinguismo Diagonal - Ocorre quando, além da língua oficial de um país, seus habitantes também utilizam um dialeto para comunicar-se.
  • Dormant Bilingualism

    Bilinguismo Latente É quando o indivíduo deixa de usar uma das línguas, que passa a ficar dormente.
  • Early Bilingualism

    Bilinguismo Precoce Também chamado de bilinguismo primário, esse tipo de bilinguismo acontece quando a criança é exposta a dois idiomas desde bem pequena. Divide-se em dois tipos: bilinguismo precoce simultâneo (quando a criança é exposta aos dois idiomas desde o nascimento com a mesma frequência e intensidade); e bilinguismo precoce consecutivo, ou bilinguismo precoce sucessivo (quando a criança é exposta ao segundo idioma por volta dos 3 ou 4 anos, quando a primeira língua já foi parcialmente adquirida).
  • Early Consecutive Bilingualism

    Bilinguismo Precoce Consecutivo Também chamado de bilinguismo precoce sucessivo, a criança é exposta ao segundo idioma depois que o primeiro foi parcialmente adquirido (por volta de 3 ou 4 anos de idade).
  • Early Production

    Fase da aquisição da língua na qual o aprendiz começa a usar palavras para se comunicar. Geralmente ele usa palavras de alta frequência, ou seja, aquelas que mais ouve no seu dia a dia. O foco está em tentar entender a segunda língua.
  • Early Second Language Acquisition

    Também conhecido como ESLA, ocorre quando o ambiente de uma criança MFLA sofre por alterações de forma que ela passa a escutar um segundo idioma com certa regularidade. Geralmente ocorre quando crianças passam a participar de atividades em daycare ou pré-escolas.
  • Early Simultaneous Bilingualism

    Bilinguismo Precoce Simultâneo A criança é exposta a dois idiomas desde o seu nascimento. Ambas as línguas são usadas para comunicar-se com a criança com a mesma frequência e intensidade.
  • Early Successive Bilingualism

    Bilinguismo Precoce Sucessivo Também é chamado de bilinguismo precoce consecutivo. Neste tipo de bilinguismo, a criança é exposta ao segundo idioma depois que o primeiro foi parcialmente adquirido (por volta de 3 ou 4 anos de idade).
  • English Across the Curriculum (EAC)

    Ensino da língua inglesa através do currículo, ou seja, através do ensino de conteúdo acadêmico (Ciências, Matemática, História, Geografia etc.).
  • English as a Foreign Language

    Inglês como língua estrangeira - O termo é usado para caracterizar o ensino do inglês num país onde a principal língua falada não é o inglês. Por exemplo, o ensino do inglês numa instituição no Brasil, é EFL, pois a língua falada no Brasil é português, não inglês. EFL é diferente de ESL (English as a Second Language).
  • English as a Medium of Instruction (EMI)

    Língua inglesa como meio de instrução acadêmica.
  • English as a Second Language

    Inglês como segunda línguaO termo é usado para caracterizar o ensino do inglês num país onde a principal língua falada é o inglês. Por exemplo, um brasileiro aprendendo inglês numa escola nos Estados Unidos ou na Austrália recebe instrução de English as a Second Language (ESL). ESL é diferente de EFL (English as a Foreign Language).
  • English as an Academic Language (EAL)

    Ensino do inglês como uma língua acadêmica.
  • English for Specific Purposes

    Também conhecido como ESP, refere-se ao inglês ensinado para fins específicos, por exemplo, inglês para médicos, inglês para empresários, inglês para cientistas etc.
  • English to Speakers of Other Languages

    Também conhecido como ESOL, refere-se ao ensino de inglês para indivíduos cuja primeira língua não é o inglês.
  • Extrinsic Motivation

    Motivação ExtrínsecaMotivação para aprender uma língua que vem pelo interesse e desejo em receber algo em troca.  O indivíduo que está extrinsecamente motivado espera receber algum tipo de reconhecimento, premiação ou algo em troca (um aumento de salário, uma promoção, uma boa nota, um doce, um presente etc.).
  • FLES

    Foreign Language in the Elementary School.
  • Fluency

    Fluência refere-se à competência para comunicar-se em uma língua de forma natural em diversos contextos. Está ligada à habilidade de produzir linguagem oral em velocidade e espontaneidade semelhantes a um nativo. Precisão gramatical (ver Accuracy) não está associada à ideia de fluência.
  • Foreign Language

    Língua Estrangeira - Língua falada em outro país.
  • Foreign Language Immersion Program (FLIP)

    Programa de imersão de língua estrangeira.
  • Foreign Languages as a Medium of Education (FLAME)

    Língua estrangeira como meio de educação.
  • Fossilization

    Fossilização Quando um erro na segunda língua é repetido frequentemente pelo aprendiz e acaba virando um hábito. O erro é incorporado na linguagem, e não atrapalha o significado das mensagens sendo comunicadas.
  • Horizontal Bilingualism

    Bilinguismo horizontal - Ocorre quando os dois idiomas diferentes possuem um mesmo status, tanto no contexto familiar, quanto no contexto oficial do país.
  • Incipient Bilingualism

    Bilinguismo Incipiente - Fase inicial do bilinguismo, quando o indivíduo entra em contato com a segunda língua.
  • Independent Bilingualism

    Bilinguismo IndependenteTambém chamado de Bilinguismo Coordenado, ocorre quando os sistemas linguísticos das duas línguas é arquivado, acessado e processado pelo cérebro de maneiras diferentes (há dois sistemas semânticos, um para cada idioma, que são independentes). Acontece quando a aprendizagem da segunda língua se dá depois que a primeira foi adquirida. 
  • Input

    Também chamado de linguagem receptiva (receptive language) é a linguagem à qual o indivíduo é exposto durante o aprendizado ou a aquisição de uma língua.
  • Interdependent Bilingualism

    Bilinguismo Interdependente - Também chamado de Bilinguismo Composto, ocorre quando a exposição e o uso de duas línguas acontecem de forma balanceada, na mesma intensidade. Os sistemas linguísticos de ambas as línguas são arquivados, acessados e processados pelo cérebro da mesma maneira (há um único sistema semântico). Acontece quando o indivíduo adquire duas línguas simultaneamente desde o seu nascimento e torna-se igualmente competente em ambas.
  • Interlanguage

    Interlíngua Estágio intermediário durante a aprendizagem da segunda língua.
  • Intermediate Fluency

    Fase da aquisição da língua na qual o indivíduo já começa a usar o idioma de forma fluente, e é capaz de organizar pensamentos complexos e expressá-los com coerência, bem como compartilhar experiências e opiniões com clareza. O foco durante essa fase está em adquirir vocabulário específico, por exemplo, de uso acadêmico ou profissional, e expandir o seu repertório de expressões.
  • Intrinsic Motivation

    Motivação Intrínseca Motivação para aprender uma língua que vem puramente pelo interesse e desejo pessoal em fazê-lo. O indivíduo que está intrinsecamente motivado não espera receber nenhum tipo de reconhecimento, premiação nem nada em troca.
  • L1

    Também chamada de língua materna, língua nativa, primeira língua, é a primeira língua adquirida pelo indivíduo desde o seu nascimento.
  • L2

    Chamada de L2 ou segunda língua, trata-se do segundo idioma aprendido pelo indivíduo bilíngue.
  • Language Acquisition

    Aquisição de uma língua - Forma natural e espontânea com que uma língua é adquirida. A língua materna, por exemplo, é adquirida desde o nascimento da criança de forma consistente, informal, significativa, inconsciente e contextualizada.
  • Language Across the Curriculum

    Método de ensino no qual a segunda língua é usada para o ensino de conteúdo acadêmico. Não é ensinar o inglês, é ensinar em inglês. Por exemplo, ensinar ciências, geografia, matemática, artes etc. em inglês. O indivíduo aprende conteúdo acadêmico ao mesmo tempo em que aprende e desenvolve a segunda língua.
  • Language Learning

    Aprendizagem de uma língua - O indivíduo aprende um idioma através de instrução formal após a aquisição da primeira (a aquisição da primeira língua ocorre de modo natural, informal e espontâneo). O processo de aprendizagem de uma língua é consciente, ao passo em que o processo de aquisição da língua é inconsciente e natural.
  • Languages Across the Curriculum (LAC)

    Idiomas através do currículo.
  • Late Bilingualism

    Bilinguismo Tardio Também chamado de bilinguismo secundário, ocorre quando a criança é exposta ao segundo idioma depois que o primeiro já está adquirido (por volta dos 7 ou 8 anos de idade).
  • Late Bilingualism

    Também chamado de bilinguismo tardio ou secundário, ocorre quando a criança é exposta ao segundo idioma depois que o primeiro já está adquirido (por volta dos 7 ou 8 anos de idade).
  • Limited Bilingualism

    Bilinguismo Limitado Ocorre quando o indivíduo é pouco proficiente nas duas línguas.
  • Limited English proficient (LEP)

    Proficiência em inglês limitada (Limited English proficient - LEP) é o termo utilizado para identificar crianças que apresentam competência limitada na segunda língua.
  • Língua Franca

    Idioma utilizado entre pessoas e comunidades para se comunicar. O inglês, por exemplo, é hoje a língua franca no mundo dos negócios, já que a maioria das transações e negociações entre países ocorre nesse idioma.
  • Literacy

    Letramento - Em inglês, “Literacy”. Significa a condição em que o indivíduo, além de alfabetizado (que sabe ler e escrever), também responde com pertinência às demandas sociais da leitura e da escrita.
  • Metalinguistic skills

    Habilidades metalinguísticas (Metalinguistic skills) é a habilidade de analisar a língua e o controle interno de processamento da língua. É uma importante habilidade de suporte para o desenvolvimento da leitura em crianças.
  • Minority Language At Home (MLAH)

    Minority Language At Home (MLAH ou mL@H) é utilizado em casos em que a família decide falar um idioma diferente do local onde residem em sua casa. Geralmente é o idioma do casal, mas não necessariamente. Desta forma, a criança ouve o idioma escolhido pelos pais em casa e aprende o idioma local pelas interações externas.
  • Monitor Hypothesis

    Hipótese do Monitor, que acredita que o aprendiz de uma língua possui filtros sociais e se auto-monitora sistematicamente enquanto usa a segunda língua para se comunicar. Pessoas que se monitoram muito acabam desenvolvendo menos o idioma, pois estão preocupados em falar perfeitamente, corrigir seus erros e usar a língua apenas quando têm certeza de que estão corretas. Pessoas que se monitoram menos, por outro lado, tendem a não fazer nenhum tipo der auto-correção, perpetuando erros e desenvolvendo maus hábitos na segunda língua. O ideal é que o indivíduo se auto-regule de forma balanceada, sem perder a espontaneidade para se comunicar, porém, prestando atenção na forma correta, sendo capaz de perceber seus próprios erros e corrigí-los automaticamente.
  • Monocultural Bilingualism

    Bilinguismo Monocultural - Esse tipo de bilinguismo ocorre quando o indivíduo bilíngue possui uma identidade monocultural, ou seja, sua identidade é vinculada a apenas uma das duas línguas. O sujeito se reconhece pertencente a uma cultura.
  • Monolingual

    MonolíngueIndivíduo que tem competência para comunicar-se em apenas um idioma.
  • Monolingual First Language Acquisition (MFLA)

    Termo utilizado quando uma criança escuta apenas um idioma desde seu nascimento.
  • Monolingualism

    Monolinguismo O fato de um indivíduo ou uma comunidade usar uma única língua para se comunicar.
  • Multilingual

    Multilíngue Pessoa ou comunidade que usam múltiplas línguas com competência  para se comunicar. Comum em países que possuem várias línguas oficiais, como Singapura, Índia e África do Sul.
  • Natural Order Hypothesis

    Hipótese da Ordem Natural Essa é uma teoria que defende a ideia de que línguas são aprendidas em uma determinada ordem, e que o processo de aquisição de qualquer língua por qualquer pessoa ocorre mais ou menos da mesma forma, seguindo mais ou menos a mesma ordem.
  • Non-balanced Bilingualism

    Bilinguismo DiferencialTambém chamado de Bilinguismo Dominante, acontece quando a pessoa bilíngue é mais competente em uma das línguas.
  • Oficial Bilingualism

    Bilinguismo Oficial Também chamado de diglossia, ocorre quando um país possui duas línguas oficiais. O uso de uma ou de outra depende do contexto e da situação.
  • One Parent/Person, One Language (OPOL)

    Também conhecido como One Parent, One Language ou One Person, One Language, o OPOL é o sistema mais comum de educação bilíngue, que ocorre quando o pai utiliza um idioma com a criança e a mãe utiliza outro.
  • Partial Bilingualism

    Bilinguismo Parcial Ocorre quando a pessoa aprendeu o segundo idioma depois de adquirir, parcial ou totalmente, a primeira. Neste caso, o bilíngue domina melhor uma das línguas.
  • Passive Bilingualism

    Bilinguismo Passivo Também chamado de bilinguismo receptivo e semibilinguismo, acontece quando a pessoa é capaz de compreender duas línguas, mas consegue usar apenas uma para se comunicar.
  • Passive Vocabulary

    Vocabulário Passivo (Passive Vocabulary) refere-se a palavras que o indivíduo conhece e sabe o significado, mas que não se sente confortável para usar na sua comunicação.
  • Polyglot

    Poliglota (Polyglot) é o indivíduo que fala mais de duas línguas.
  • Pragmatic Competence

    É a competência que o aprendiz de uma língua tem de usá-la corretamente em diversos contextos e ambientes. É a habilidade de saber que tipo de linguagem usar em diferentes situações formais e não formais.
  • Pre-production

    Fase da aquisição de uma língua em que o indivíduo entra em contato com o idioma, e durante o qual ele ainda não consegue usá-lo para se comunicar. Esse momento também é conhecido como período de silêncio e o foco está em fazer sentido do novo idioma e entendê-lo.
  • Primary Bilingualism

    Bilinguismo Primário Também chamado de bilinguismo precoce, esse tipo de bilinguismo acontece quando a criança é exposta a dois idiomas desde bem pequena. Divide-se em dois tipos: bilinguismo precoce simultâneo (quando a criança é exposta aos dois idiomas desde o nascimento com a mesma frequência e intensidade); e bilinguismo precoce consecutivo, ou bilinguismo precoce sucessivo (quando a criança é exposta ao segundo idioma por volta dos 3 ou 4 anos, quando a primeira língua já foi parcialmente adquirida).
  • Productive Language

    Linguagem Produtiva Também chamada de output, é a linguagem produzida por um indivíduo.
  • Proficient Bilingual

    Bilingue Proficiente Pessoa bilíngue que domina ambas as línguas igualmente, sendo competente e proficiente em ambas.
  • Receptive Bilingualism

    Bilinguismo Receptivo Também chamado de bilinguismo passivo e semibilinguismo, acontece quando a pessoa é capaz de compreender duas línguas, mas consegue usar apenas uma para se comunicar.
  • Receptive Language

    Linguagem ReceptivaTambém chamada de input, é a linguagem à qual o indivíduo é exposto durante o aprendizado ou a aquisição de uma língua.
  • Scaffolding

    Estratégia para ajudar o aprendiz a construir conhecimento sobre a língua a partir do que ele já sabe. No início, o scaffolding consiste em muita ajuda e suporte de um mentor ou líder (como os pais, um professor ou um colega que está num estágio mais avançado do processo de aprendizagem). Aos poucos esse suporte é removido para que o aprendiz continue desenvolvendo suas habilidades com independência e alcance seu potencial máximo.
  • Schemata

    Sistemas de conhecimento organizados pelo cérebro.
  • Second Language Acquisition (SLA)

    Processo de aquisição de uma segunda língua, que ocorre quando a criança é pequena (antes dos 3 anos) de forma natural, espontânea, informal e inconsciente.
  • Speech Emergent

    Fase da aquisição de um idioma em que o indivíduo começa a usar a língua com mais frequência. Frases e sentenças passam a ser usadas para a comunicação. O foco nessa fase está em expandir o vocabulário.
  • Strong Bilingualism

    Bilinguismo ForteAcontece quando a pessoa bilíngue adquiriu dois idiomas desde bem pequena, tornando-se competente em ambas igualmente.
  • Subtractive Bilingualism

    Bilinguismo Subtrativo Também chamado de Bilinguismo com Subalternização, ocorre quando a segunda língua, aos poucos, substitui a primeira. Normalmente, cada língua é usada em um ambiente diferente. Na medida em que o domínio da segunda língua aumenta, as habilidades na primeira língua diminuem.
  • Successive Bilingualism

    Bilinguismo Sucessivo Também chamado de bilinguismo consecutivo, ocorre quando o aprendizado da segunda língua ocorre depois que a primeira já foi  adquirida.
  • Target Language

    É a segunda língua, ou língua estrangeira, sendo ensinada e aprendida.
  • Target Language

    Língua alvo (Target Language) é o idioma que se deseja aprender.
  • Teaching English to Speakers of Other Languages (TESOL)

    Ensino do inglês para pessoas cujas primeiras línguas não são o inglês.
  • Transitional bilingual education (TBE)

    Educação Bilíngue de Transição (Transitional bilingual education - TBE) é a educação bilíngue que inclui a instrução do inglês como segunda língua e aulas tradicionais (matemática, história, georafia, ciências etc.) na primeira língua da criança.
  • Transitional Bilingualism

    Bilinguismo Transicional Ocorre quando a primeira língua é usada como facilitadora para a aprendizagem da segunda.
  • Trilingual First Language Acquisition (TFLA)

    Com nome autoexplicativo, o Trilingual First Language Acquisition ocorre quando uma criança tem acesso a três idiomas desde seu nascimento.
  • Two Parents, Two Languages (2P2L)

    Two Parents, Two Languages, ou 2P2L, ocorre quando ambos os pais, que são bilíngues, utilizam as duas línguas com os filhos.
  • Two-way bilingual education

    Programas nos quais duas línguas são usadas para a instrução de conteúdo acadêmico. As salas de aula normalmente são compostas por alunos nativos e não nativos de ambas as línguas.
  • Two-Way Bilingual Programs

    Também chamados de Developmental Bilingual Education, Two-Way Dual Language Programs e Two-Way Bilingual/Immersion Programs. Escolas que oferecem esse serviço desenvolvem um currículo que expõe os alunos às duas línguas pela mesma quantidade de tempo (50% L1 e 50% L2). As duas línguas são usadas para a instrução de conteúdo. Geralmente as salas de aula são compostas por indivíduos nativos nas duas línguas.
  • Universal Grammar

    Alguns teóricos acreditam que todo ser humano nasce dotado de um sistema de pré-conhecimento e pré-disposição ao aprendizado de línguas. Eles defendem a ideia de que todo mundo é capaz de aprender uma língua através do uso desse sistema universal de princípios da linguagem.
  • Work Language

    Língua de Trabalho Idioma usado entre pessoas e comunidades para fins de trabalho.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.